Voltado para a primeira infância (bebês de 06 meses a 03 anos), o espetáculo ACHADOUROS é inspirado no livro de poesias “Memórias inventadas – para crianças” do poeta cuiabano Manoel de Barros. Foi desenvolvido em Brasília (DF) em um processo de criação coletiva entre o diretor José Regino e as atrizes Caísa Tibúrcio e Nara Faria.

 

Desde sua estreia em agosto de 2015, foram realizadas 92 apresentações, em diferentes lugares:

- Espaço PéDireito - Vila Telebrasília/DF;

- 2º Festival Primeiro Olhar - Brasília/DF 

- Prêmio Sesc do Teatro Candango (Melhor espetáculo infantil 2015) - Brasília/DF;

- Primavera do Teatro - Mostra para infância e juventude - Brasília/DF;

- Sesc Centro - Goiânia/GO;

- 5º Engatinhando Mostra de arte desde bebê - Londrina/PR;

- Cena Aberta Funarte - Brasília/DF;

- Palco Giratório Mostra Regional - Brasília/DF;

- 1ª Mostra Funarte em espaços cênicos alternativos do DF - Brasília/DF;

- 5º Festival Internacional de teatro para bebês - São Paulo/SP;

- CCBB Rio de Janeiro - Rio de Janeiro/RJ;

- CCBB Belo Horiozonte - Belo Horizonte/MG;

- 5º Festibra - Festival de teatro para infância de Brasília - Taguatinga/DF;

- 3ª Bienal do Livro de Brasília - Brasília/DF

- Um novo olhar - Festival de Teatro para Infância 2016 - Jundiaí/SP;

- Virada Cultural 2017 (Sesc Itaquera)- São Paulo/SP;

- Caixa Cultural Rio de Janeiro - Rio de Janeiro/RJ;

- Brasília Cênica (Espaço Imaginário) - Samambaia/DF;

- 2ª Mostra Espetacular de Arte para Crianças - Curitiba/PR;

- Caixa Cultural Brasília - Brasília/DF.

Além disso, o espetáculo já foi apresentado em diversas creches do Distrito Federal: Creche Mundo Mágico (Ceilândia), Escola Master (São Sebastião), Colégio Aprovação (Planaltina), Escola de Recreação Criando e Recriando (Samambaia), Colégio Esplanada (Paranoá), CentroSocial Comunitário Tia Angelina (Varjão), Jardimd e Infância 312 Norte e CEPI 714 Norte (Brasília), CEPI Corujinha do Cerrado (Santa Maria), CEPI Beija-Flor (Recanto das Emas) e CEPI Ipê Roxo (Samambaia).

 

A criação de um espetáculo para bebês começa pela busca de perceber o mundo pelo olhar deles. Um olhar corajoso que se renova a cada instante, que se deslumbra na percepção de uma realidade viva e extraordinária. O bebê é dono de um potencial ilimitado, apesar do mundo herdado de nós: um cenário complexo, de beleza e degradação. Os bebês nos ensinam que renovar nossa percepção do mundo pode ser o caminho para recriarmos a nós mesmos e quem sabe, reciclarmos o rumo de nossa humanidade.

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

© 2015 por V4 Cultural