Mergulho nos Achadouros. Me lanço em um tempo guardado, na busca do olhar nascente, repleto de cheiro, som e sensação. No quintal das minhas lembranças, remonto os vestígios da minha meninice. Os desafios do encontro com o outro e a descoberta do mundo, vividos na infância, preparam solo fértil para o germinar poético.  Palavras não contemplam essa aventura.

"... conjunto de signos recolocados em cena visando diretamente o olhar felino e inclemente, o ouvido de infinitas sonoridades, a sensibilidade à flor da pele..."

Paulo Michelotto

Pensamento Crítico - Festival do Teatro Brasileiro

(leia a crítica na íntegra)

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

© 2015 por V4 Cultural